ap.abra

Considerada um símbolo da gastronomia na Itália, a pizza ganhou adoradores por todo o mundo e possui um dia para chamar de seu, celebrado anualmente em 10 de julho.

Em decorrência de sua tradição italiana, a Unesco elegeu em dezembro de 2017 a “Arte dos Pizzaiolos Napolitanos” como Patrimônio Imaterial da Humanidade. O alimento também é frequente nas mesas dos brasileiros e não diferente, na mesa dos amapaenses, além de ter ganhado diversos formatos e tipos. na média nacional, a pizza de calabresa é a principal paixão no país, seguida pela portuguesa e frango com catupiry. Já no Amapá, a pizza de calabresa concorre com os sabores charque e o camarão.

A origem da pizza não é muito certa. Acredita-se que antes de Cristo os fenícios costumavam acrescentar carne e cebola em cima do pão, que tinha aspecto achatado semelhante ao pão sírio. Mas a iguaria teria adquirido o aspecto moderno somente no século XVI, com a introdução do tomate na Itália. O alimento vinha da América e acabou se tornando um dos mais importantes ingredientes da pizza. Além disso, dizem que os egípcios foram os primeiros a fazerem uma pizza, ao misturar farinha e água. Alguns especialistas, porém, creem que a receita teve origem na Grécia, com massas a base de farinha de trigo ou arroz. Os antigos egípcios, muçulmanos e chineses também estão na corrida para serem considerados os responsáveis pela criação da pizza, mas a única certeza é de que foi em Nápoles, na Itália, que surgiu a primeira massa redonda, como é popularmente consumida.

No Brasil, existem pouco mais de 40 mil unidades, formais e informais, no país. Em relação as existentes No Amapá, o Censo do Turismo 2020 revelou que, mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), as pizzarias que operam exclusivamente com delivery, por força dos decretos, registraram uma média de 26,8% de aumento no faturamento.

A Associação Brasileira e Restaurantes (Abrasel o Amapá), apresenta um pouco da história das pizzarias que fazem sucesso no mercado tucuju, contada por seus empreendedores e colaboradores:

Bizzum da Pizza

“Tudo começou quando resolvi empreender, abrindo uma loja de roupa feminina, a ‘Bonita’. Como precisava viajar para fazer as compras, escolhi São Paulo, cidade que tem tudo de bom e de melhor, e foram inúmeras viagens, nessas viagens tive algumas vezes a companhia do meu marido Idevan (in memória). Como sempre gostou de comer, e comer bem, nossos passeios geralmente eram para Cantinas, Pizzarias, Restaurantes, enfim, tudo que se relacionava à comida, e foi num desses passeios que surgiu a ideia de montarmos uma pizzaria. Eu sempre gostei de cozinhar, cozinhar para mim é terapia, é amor, me deixa feliz, não sou de fazer pratos elaborados, mas acredito que tenho um bom tempero. Então começamos a brincar de fazer pizzas em casa, testávamos massas, molhos, recheios, chamávamos a família para degustar e foram meses de brincadeiras, risadas e encontros gostosos, até que em 26/05/2006 inauguramos à Bizzum da Pizza. Um sonho que se tornou realidade. Hoje somos uma empresa conceituada, temos o reconhecimento e o respeito de nossos clientes, amigos, funcionários e fornecedores.

Este ano completamos 15 anos no mercado, não foi e não é fácil, principalmente vivendo uma Pandemia, mas nossa força de vontade, nossa determinação e contando com uma equipe excepcional, podemos sempre oferecer produtos de qualidade aos nossos clientes.”

Zenila Pereira - proprietária.

Forneria Bella Ciao

“Começou por meados do ano de 2009, quando criei a massa fininha e crocante para reunir amigos e familiares em casa, aos fins de semana. Depois de um tempo, a brincadeira foi virando ideia de negócio até que, em 2018, a pedido de algumas pessoas próximas que queriam comprar, resolvi vender em casa, sob encomenda. No 1° dia foram 8 encomendas. No 2° dia foram 36 encomendas, em razão da repercussão. Daí foram 2 anos vendendo pizza sob encomenda aos fins de semana, em casa mesmo, até que em 2020 (quando trabalhava com construção civil) fui motivada pelo meu sócio, Paulo Guimarães, a investir junto com ele na concretização da pizzaria. Em 26 de junho, então, veio ao mercado macapaense a Forneria Bella Ciao no segmento de Delivery, vendendo de 250 a 350 pizzas por semana, vendendo pizza artesanal para mais de 4 mil clientes cadastrados em 1 ano de funcionamento, assada em poucos minutos, em tamanho G e individual. A Forneria nasceu da vontade de fazer pizza gostosa como sempre, mas inesquecível como nunca. Para isso acontecer, fui em busca dos melhores ingredientes em todos sentidos: sua qualidade, de onde eles vêm, como são plantados, produzidos e preparados. É o verdadeiro amor à pizza. É assim que fazemos as coisas na Forneria Bella Ciao e temos certeza que os clientes percebem tudo isso logo na primeira mordida. A pandemia não permitiu ainda a inauguração do espaço para receber os clientes in loco, devido às restrições de público, mas muito em breve a tão esperada pizzaria se concretizará.”

Monique Valente - proprietária.

Fornalha Pizzaria

“Nossa empresa é voltada a oferecer pizzas artesanais abertas a mão e assadas em forno Napolitano à lenha. Estamos no mercado há seis anos e nos últimos três anos foi eleita como a melhor pizzaria pela crítica gastronômica com o prêmio Melhores da Gastronomia.

Mesmo em meio às dificuldades geradas pela pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), continuamos com a nossa missão, que é oferecer um serviço de qualidade aos nossos clientes.”

Edinelma Pereira – gerente.

Pico pizza

“Surgiu em meados de 2020, em meio à pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), com o intuito de promover algo diferente e com mais originalidade em um mercado já bastante competitivo na cidade.

A estrela do espaço é claro, a pizza, na Pico, conta com mais de 50 sabores disponíveis em seu cardápio e atende no sistema de pague e leve, delivery e, também, com salão. O empreendimento é comandado por mim, que junto a uma equipe jovem e antenada, conseguimos desmistificar o tradicional criando sabores que fogem do tradicional.

Graças a esse jeito despojado e descontraído de chamar atenção do público através das redes sociais, a pizzaria conseguiu fazer de situações desafiadoras como no apagão de 2020 um impulso para se fixar e ganhar mercado. A pizzaria fica na rua Guanabara, esquina com Av. Piauí no Bairro do Pacoval.”

Antônio Júnior – proprietário.

Foto de capa: Nathália Menezes

Comentários